COPA AMÉRICA 2003

IV Copa América
02-06/12/2003 - Bogotá - Colômbia
Brasil 2 X Colômbia 1
Brasil 1 X Argentina 0
Brasil 0 X Paraguai 2
Brasil 0 (3) X Paraguai 0 (2)
Primeiro lugar

 

Resenha do Evento

 

Foi um campeonato de muita pressão para esta equipe. Era a vaga para os jogos paraolímpicos de Atenas que estava em jogo. Uma única vaga que era disputada entre 3 equipes, já que os argentinos, por serem os atuais campeões mundiais, já estavam classificados. Contudo, em minha opinião, eles fizeram uma força muito grande para tirarmos dos jogos, daí toda pressão.

Para completar, a equipe estava jogando um futebol burocrático. Era o início de um trabalho, a comissão técnica tinha acabado de ser trocada e não tiveram tempo suficiente para criar um estilo próprio de jogo.

Isto podia ser percebido nos resultados; porém, era mais visível no jeito de jogar, estremamente dependente de um único jogador, João Batista, um dos grandes jogadores da modalidade no mundo.

Após a derrota para os paraguaios, a "luz vermelha" foi acesa. A final seria contra os próprios paraguaios, mão argentina na tentativa de nos impedir que fôssemos para Atenas.

Aliado a isso, tinha um paraguaio que era nítida sua visão dentro de quadra, mas como não tínhamos prova de nada, só nos cabia tentar neutralizá-lo.

E a final foi dificílima. O título e a vaga para Atenas foi decidida nos penaltes, 3 a 2 para o Brasil, depois de um empate sem goals.

Eu quase não atuei neste campeonato. Estava voltando à seleção, ainda não tinha a confiança dos técnicos. Contudo, uma das vezes que entrei, pude mostrar o modo certo de marcar o cara que parecia enxergar. Era só esperar ele dá o tapa para o meio e tomar sua frente; se ele chegasse primeiro, era chance real de goal!

Tipo de competição: