FUTEBOL DE CEGOS RECEBE MAIS UM PRÊMIO

Sandro Laina e Ramon Pereira recebem troféu Foto CPB

Neste último dia 08, no Espaço Lamartine, na Barra da Tijuca, Rio de Janeiro, aconteceu, pelo segundo ano consecutivo, o Prêmio Brasil Paraolímpico, promovido pela ONG Instituto Superar.

Com a presença de grandes nomes do movimento paraolímpico, inclusive o presidente do Comitê Paraolímpico Brasileiro, atletas, dirigentes e jornalistas, o prêmio busca apresentar os melhores do desporto paraolímpico brasileiro, análogo ao Prêmio Olímpico Brasileiro, promovido pelo Comitê Olímpico Brasileiro.

A modalidade Futebol de 5 foi novamente premiada como a melhor equipe, feito que também tinha sido alcançado em 2008, sob o brilho do bicampeonato paraolímpico.

O atleta Sandro Laina e o professor Ramon Pereira, técnico da seleção brasileira da modalidade subiram ao palco para receber o troféu. "É uma alegria imensa receber este troféu pelo segundo ano. Fruto de um grande trabalho coletivo e de muita entrega de cada um dos atletas e profissionais", disse Sandro ao ter a oportunidade de se dirigir aos presentes.

Os grandes campeões da noite foram o nadador Daniel Dias, eleito o melhor atleta paraolímpico na categoria masculina e Josiane Lima, do remo, vice-campeã mundial este ano, na categoria feminina.

Sandro ainda falou da alegria de estar entre campeões: "Mesmo aqueles que não ganharam, são grandes campeões, afinal, a indicação que qualquer um tenha tido, é sim um grande feito. Por isso a minha felicidade de, junto com o Ricardo, que me deixou na mão, afinal, chegou atrasado, de representar o Futebol de 5, em algo tão importante para o desporto paraolímpico".

E o futebol de 5 estava mesmo muito bem representado. Ricardo Alves, atual melhor jogador do mundo e Sandro laina, grande defensor, provavelmente um dos maiores do mundo, que time de peso!

Todos os campeões:

Melhor atleta masculino: Daniel de Farias Dias;

Melhor atleta feminino: Josiane Dias de Lima;

Revelação Masculina: Jonathan de Souza Santos;

Revelação Feminina: Viviane Soares;

Melhor equipe: Futebol de 5;

Melhor atleta-guia: Jorge Luis Silva e Souza, o Chocolate (Terezinha);

Melhor oficial Técnico: Erinaldo Batista das Chagas, Pit;

Melhor Técnico: Walquíria da Silva Campelo;

Melhor Reportagem de TV: Halterofilismo/ TV Record;

Melhor Reportagem de Jornal: Daniel Dias/ Zero Hora;

Melhor Foto: Daniel Dias/ Saulo Cruz;

Prêmio Especial: homenagem aos professores de Educação Física no movimento paraolímpico, representados por Francisco Matias